domingo, 25 de novembro de 2012

Vegetação



As formações vegetais de Rondônia distribuem-se de acordo com os tipos de solo e as condições climáticas.
Nas áreas de altas temperaturas e intensa pluviosidade (muita chuva), temos a Floresta Amazônica, Nas regiões mais secas, predomina o cerrado com campos sujos.

Floresta Amazônica

Cobria mais de três quartos de território rondoniano. É densa; sua vegetação é de folhas perenes (perenifólias), grandes e verdes. Nela distinguimos as matas.
Mata de Igapó – Ocorre nas áreas de inundação permanente das margens dos rios e lagoas. Além das plantas tipicamente aquáticas, as árvores e arbustos são espécies adaptadas a esse ambiente, como as lilianas e várias espécies de palmeiras (palmáceas).

Mata de Várzea – Várzeas são baixos platôs que os rios inundam no período das enchentes. A mata de várzea é formada de palmáceas, umbaubeiras, seringueiras e outras espécies e médio e grande porte.

Mata de Terra Firme – A terra firme nunca é inundada. A formação vegetal é densa e quase impenetrável. Dominam árvores gigantes, que podem chegar a 60 metros de altura.
Devido à grande variedade de espécies, as árvores da mesma espécie ficam distantes umas das outras, dificultando a sua exploração.
Essa mata é rica em madeiras nobres ou de lei: massaranduba, cedro, mogno, cumaru, itaúba, faveira-ferro, Angelim, sucupira entre outras; em oleoginosas: copaibeira, cumarumeiro e caucheiro; e palmáceas, com muitas esécies: butriti, abacaba, açaí, pupunha, babaçu, inajá, etc.
Sobranceira e bela sobressai à castanheira, da qual se extrai a castanha brasileira ou castanha-do-pará.

Mata de Galeria – é uma vegetação menos densa, representando uma transição entre a mata de várzea e a de terra firme. Estende-se pelos vales dos rios, acompanhando o curso das águas.

Cerrado


É uma vegetação característica de solos relativamente áridos. Em nosso estado estende-se pelo planalto das Chapadas dos Parecis e dos Pacaás Novos. O cerrado em nosso estado é uma extensão do cerrado mato-grossense. As árvores são relativamente baixas, atingindo no máximo 10 metros de altura, tortuosas e esparsas. Entremeio encontram-se arbustos e plantas herbáceas, formando campos sujos, aproveitados na criação extensiva de gado.
É praticamente, a área do cerrado que serve à grande exploração agrícola e pecuarista de nosso estado, dando origem ao desenvolvimento de nossa agroindústria.

Campos limpos – São pastagens naturais e encontram-se na região de Porto Velho, em sentido nordeste.

Atividades
  1. Como você explica em nosso estado a existência de duas formações vegetais tão distintas quanto a Floresta Amazônica e o Cerrado?
  1. Como se divide a Floreta amazônica e onde se localizam as respectivas matas?
  1. Por que se cobiça tanto a madeira do cedro, do mogno, do Angelim, etc?
  1. Qual a região ocupada pelo cerrado e qual a importância dele para a economia do Estado?

(PROEJA - Geografia de Rondônia, mód. V. Editora Decisivo LTDA)
Imagens:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...